sábado, 6 de janeiro de 2018

Saúde: por que os japoneses vivem mais?

Saúde: por que os japoneses vivem mais?


Em 2016, o Japão voltou a bater o recorde mundial em habitantes centenários. São mais de 65 mil japoneses acima dos 100 anos – a maioria deles na ilha de Okinawa, apontada pelo pesquisador e palestrante Dan Buettner como uma das zonas mais longevas do planeta.

Mas por que os japoneses vivem mais?
O que comem?
Como se exercitam durante a terceira idade?

No livro “O método japonês para viver 100 anos”, a jornalista Junko Takahashi reúne testemunhos de japoneses centenários para entender como ter uma velhice saudável e com qualidade de vida – e descobrir por que os japoneses vivem mais.
Uma parte do segredo reside na alimentação e na prática de exercícios físicos. Confira abaixo:



Comer somente o necessário

De acordo com dados da CIA World Factbook, a taxa de obesidade no Japão é só de 5%, contra 33% nos Estados Unidos, 26% na Espanha e 20% no Brasil. A alimentação no país asiático costuma ser rica em carboidratos procedentes de vegetais e baixa em lipídios (gorduras).
Japoneses seguem à risca uma das principais regras para não engordar: combinar os hidratos de carbono com proteína. Cada japonês consome em média 53,68 kg de peixe por ano, mais que o dobro dos Estados Unidos.
Takahashi observa que comer sem pressa e sem exageros ajuda o povo japonês a manter a boa forma. Comer de forma mais lenta, mastigando bem, fazendo três refeições ao dia e sem encher todo o estômago é outra forma de evitar problemas com a balança por lá. Há um antigo ensinamento asiático, o hara hachi bu, que defende a ideia de que devemos preencher somente 80% da capacidade do estômago.

A nação do alongamento conjunto

A atividade física contínua evita a fragilidade extrema em idosos. Trata-se de uma maneira de contribuir para que os músculos não atrofiem. Explica, também, por que os japoneses vivem mais.
Embora uma parcela dos japoneses continue fazendo exercícios depois dos 70 anos, movimentar o corpo é algo comum por lá desde a juventude. Há uma tradição local de fazer alongamentos pela manhã, antes de trabalhar. São exercícios simples e rápidos, que melhoram a flexibilidade, aceleram o metabolismo, ajudam na circulação sanguínea e, consequentemente, ajudam a emagrecer.
Um importante grupo de comunicação do país, a NHK, lançou, em 1928, um programa matinal de rádio que mobiliza o povo a fazer uma ginástica padronizada.
Em quase 90 anos, os exercícios do Rádio Taiso sofreram poucas alterações. A música que embala a ginástica é exatamente a mesma. O alongamento é comum até nas fábricas do país, mesmo em setores que não envolvem questões físicas.

Cabeça ocupada

Japoneses vivem mais porque continuam ativos na terceira idade, seja trabalhando ou com atividades que mantêm suas cabeças ocupadas. Hobbies ao ar livre, como esportes e jardinagem, ajudam na absorção de vitamina D, importante para que o cálcio seja assimilado pelo corpo e para afastar o risco de sofrer com a osteoporose.

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free Wordpress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Templates